Blog

Agricultura ancestral em Chiloé

Visitar a propriedade rural orgânica de Sandra Naiman é entrar na intimidade de uma cultura com um profundo respeito e conexão com a terra. Herança de seus antepassados williches, esta mulher empreendedora abre as portas de sua casa e compartilha seus conhecimentos com turistas do mundo todo.
abril 14, 2020

Diego Salas

Em Quinchao, uma pequena e tranquila ilha do Arquipélago de Chiloé, vive Sandra Naiman, uma encantadora mulher williche que exibe com orgulho a bonita propriedade rural orgânica que construiu com suas próprias mãos. Sem ajuda de ninguém e utilizando unicamente métodos tradicionais da agricultura chilota, foi capaz de criar um espaço acolhedor que conserva uma herança ancestral, cativando os sentidos de quem a visita.

Turistas de todo o mundo chegam para conhecer sua horta, a vista privilegiada, seus deliciosos produtos artesanais, mas, principalmente, seu particular estilo de vida apegado à natureza. Sandra os recebe com muito carinho e lhes oferece um agradável passeio por sua propriedade, explicando suas rotinas diárias, respondendo as dúvidas dos admirados visitantes.

“Temos uma bela conversa, porque, sendo estrangeiros, eles também me contam as experiências de seu país e vamos trocando conhecimento”, conta Sandra, que há mais de sete anos trabalha com o Tierra Chiloé, fazendo parte das atividades culturais que o hotel oferece a seus hóspedes.

“Estou muito contente com o trabalho que faço. Apesar de trabalhar principalmente sozinha, vejo os resultados e sei que é possível, que qualquer pessoa pode fazê-lo. Com um pouquinho de sacrifício e paciência se conquista as coisas” explica orgulhosamente Sandra.

Após anos de trabalho duro, a propriedade de Sandra brilha espetacularmente. Não é necessário ser um especialista para se admirar com a quantidade e a qualidade de culturas que ela tem em seus cinco hectares de terreno, herança de seus avós maternos.

“Me custou muito no início. Tive que limpar o campo, retirar árvores, criar espaços e comecei há pouco a cultivar flores e alhos. Agora cultivo batatas, hortaliças ao ar livre e em estufa. Tenho porcos, ovelhas, galinhas e me destaco porque trabalho sozinha, o dia todo. Me levanto muito cedo e me deito muito tarde”.

Sem utilizar nenhum tipo de adubo químico, Sandra faz o giro dos cultivos e planta árvores nativas, preocupada em cuidar do terreno com métodos 100% orgânicos. “Sou amiga da natureza”, conta sorridente. “Aprendi com meus avós e pessoas mais velhas que conheci na minha vida”.

Hoje Sandra é uma líder do agroturismo em Chiloé e ensina outras mulheres da ilha a trabalhar o campo de forma orgânica. “A agricultura requer paciência, não é fácil, alguns cultivos demoram, por isso tento ajudar minha comunidade a tirar proveito da terra”.

Antes de terminar a atividade, Sandra oferece a seus visitantes alguns dos produtos que obtém de suas colheitas. Uma doce despedida para fechar com um sorriso esta mágica experiência de conexão com a natureza através da agricultura ancestral baseada nas práticas tradicionais e sustentáveis.



Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Nossos artigos mais recentes

Conselhos para se vestir adequadamente durante as excursões em Chiloé

Conselhos para se vestir adequadamente durante as excursões em Chiloé

10 curiosidades sobre o puma da Patagônia

10 curiosidades sobre o puma da Patagônia

O caminho para a base das três torres

O caminho para a base das três torres

Assine nossa newsletter e receba nossas ofertas e promoções a cada mês