Blog

Cavalgadas na Patagônia com sotaque local

Percorrer o extremo sul a cavalo é uma experiência muito enriquecedora, que nos permite conhecer a vida cotidiana daqueles que habitam este incrível lugar, como Luis Bahamondes, anfitrião de uma das excursões doTierra Patagonia.
julho 1, 2020

Margarita Lackington

Luis Bahamondes.

Luis Bahamondes, mais conhecido como Lucho, trabalha há mais de 11 anos na Estância Entre Lagos, na Patagônia chilena. Oriundo de Chiloé, começou nesta área desde muito pequeno, ajudando principalmente os pastores e campañistas que o procuravam por seu bom trabalho.

Ao completar 16 anos teve que decidir qual caminho queria seguir: pastor ou campañista. Pensou “nesta Patagônia há mais ovelhas”. Além disso, sempre gostou muito da forma que ensinavam os cachorros. Pouco a pouco foi aprendendo o processo de trabalho com eles, o qual, no princípio, não foi nada fácil. Com o passar do tempo, Lucho se converteu em um experiente pastor.

Quando chegou à Estância Entre Lagos, graças a seu irmão que estava lá trabalhando, a primeira coisa que fez foi amansar os cavalos. Partia para seu trabalho às 7h e terminava entre 21h e 22 horas. Assim, em apenas seis meses conseguiu amansar mais de 44 cavalos. Em seguida ficou um tempo trabalhando diretamente como pastor, para depois se dedicar ao turismo no logde da estância.

Tierra Patagonia.

Atualmente, fanático por seus cachorros, Lucho sente que desfrutou muito sua vida na Patagônia. Gosta de trabalhar com os cachorros, com os cavalos e conversar com as pessoas, sobretudo com os turistas, porque, como ele mesmo diz, lhe ensinaram muitas coisas. O que mais gosta, confessa, é ficar olhando as paisagens e sair diariamente a percorrer diferentes colinas e lagos.

Lucho tem uma filha de 9 anos, Monserrat, multicampeã de corridas de enduro. Sempre que pode ela o acompanha ao hotel. Aprendeu com ele tudo sobre cavalos e hoje sente o mesmo carinho que seu pai pelos animais.

A excursão realizada ao lado dele no Tierra Patagonia consiste em um tranquilo passeio a cavalo com duração de meio dia. Começa na Sierra del Toro e desce até o lago Sarmiento, fornecendo maravilhosas vistas do Maciço del Paine. Durante a experiência é possível sentir e entender, de alguma maneira, porque Lucho ama seu trabalho na Patagônia.



Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Nossos artigos mais recentes

Conselhos para se vestir adequadamente durante as excursões em Chiloé

Conselhos para se vestir adequadamente durante as excursões em Chiloé

10 curiosidades sobre o puma da Patagônia

10 curiosidades sobre o puma da Patagônia

O caminho para a base das três torres

O caminho para a base das três torres

Assine nossa newsletter e receba nossas ofertas e promoções a cada mês